SINDSAÚDE


Dia do Trabalhador será marcado por grande ato das centrais sindicais Manifestação acontecerá no Posto 7, na praia da Jatiúca, seguindo em direção ao antigo Alagoinhas

30/04/2013 23:52

Atores sociais, movimentos do campo e representantes das centrais sindicais presentes em Alagoas realizam, nesta quarta-feira (1º), o ato do Dia do Trabalhador. Os participantes prometem realizar uma grande manifestação, convocando a população em geral para a concentração, prevista para as 9 horas, no Posto 7, Praia de Jatiúca. A caminhada deverá se encerrar no antigo Alagoinhas, na Ponta Verde, orla marítima da capital.

Diversas apresentações culturais populares darão o tom da manifestação. O ato do 1º de maio também integra a denominada Jornada de Lutas em Defesa de Alagoas, que tem como um dos objetivos protestar 'contra o descaso patrocinado pelo atual governador Teotonio Vilela Filho (PSDB)'.

O evento contará também com a participação de lideranças sindicais e representantes dos movimentos sociais do campo, a exemplo do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Segundo o presidente do Sindicato dos Previdenciários de Alagoas (Sindprev-AL), Cícero Lourenço, o ato terá como objetivo 'a cobrança por respeito ao trabalhador, bem como por providências, junto aos órgãos fiscalizadores, como o Ministério Público Estadual, no tocante à corrupção'.

"A propaganda do governo é a mais mentirosa que já se viu, com o Estado a alardear que diminuiu a criminalidade, concedendo reajuste de mais de 100% ao servidor e realizando concurso público", critica o sindicalista, acrescentando que o gasto institucional com propaganda 'supera o montante investido na Polícia Militar'.

"Também iremos às ruas para cobrar respeito junto a grandes centros de compras, além das redes de supermercados, que já garantiram abrir as portas neste feriado, dedicado ao trabalhador, que deveria descansar no seu dia", emendou Cícero Lourenço, ressaltando, porém, que as lojas do Comércio seguirão fechadas. 

"Trata-se de uma verdadeira escravidão, apesar de remunerada, pois, não se está a exercer uma atividade essencial e que, portanto, poderia ser suspensa ao menos no Dia do Trabalhador", reforçou.                                                                                                                                                             FONTE: GAZETAWEB

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!