SINDSAÚDE


Vacinação contra a gripe é prorrogada até 10 de maio

28/04/2013 00:01

 

Mesmo estando em primeiro lugar em números de vacinação entre os estados do Nordeste, a imunização em Alagoas alcançou apenas 53,89% da meta preconizada até às 11h desta quinta-feira (25)
Foto: Divulgação
Vacinação contra a gripe é prorrogada até 10 de maio
A Campanha de Vacinação contra a Gripe 2013 foi prorrogada até o dia 10 de maio
Repórter:
Danielle Cândido
 
 

A Campanha de Vacinação contra a Gripe 2013 foi prorrogada até o dia 10 de maio. Iniciada no dia 15 deste mês, 218.355 alagoanos ainda faltam ser imunizados e têm mais duas semanas para se proteger contra a doença e, assim, evitar complicações e mortes pela gripe. A ação alcançou, até às 11h desta  quinta-feira (25), apenas 53,89% da meta preconizada, correspondendo a 253.898 pessoas imunizadas.

Mesmo estando em primeiro lugar em números de vacinação entre os estados do Nordeste, a campanha promovida pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), em parceria com as Secretarias de Saúde dos 102 municípios alagoanos, visa reforçar a imunização dos 471.172 alagoanos por meio da disponibilização de carros a área de difícil acesso.

Para contribuir com a imunização da população que reside em áreas de difícil acesso, a gerente do Núcleo do Programa Nacional de Imunizações em Alagoas,   Denise Castro, informou que nesta quinta-feira (25), os municípios de São Luís do Quitunde, Murici e Matriz do Camaragibe receberão o apoio da Sesau com transporte para chegar a essas áreas. Na sexta-feira, essa estratégia vai ser reforçada em Murici, Marechal Deodoro, Campo Alegre e São Miguel dos Campos.

Ainda segundo Denise Castro, em Maceió, os acamados estão recebendo visita para vacinação através de agendamento. Para o público-alvo em geral, os postos de vacinação estão funcionando, normalmente, para atender os trabalhadores da saúde, idosos, gestantes, crianças entre seis meses e dois anos, pessoas privadas de liberdade, indígenas, puérperas com até 45 dias após o parto e portadores de comorbidade.

Alerta  - Devido a um grupo de pessoas terem receio da vacina devido às reações adversas, a superintendente de Vigilância em Saúde da Sesau, Sandra Canuto, esclareceu que o vírus da vacina é inativo, ou seja, todos os componentes são mortos. “Por essa razão, no caso de um resfriado, possivelmente a pessoa já estava com o vírus incubado, somado ao fato de a campanha sempre acontecer num período em que os casos de gripe aumentam, devido à mudança do tempo”, alertou.

Dados - De acordo com o Programa Nacional de Imunização (PNI), 47.490 crianças entre seis meses e dois anos já foram vacinadas, 27.025 trabalhadores da saúde, 21.938 gestantes, 4.591 puérperas, 5.665 indígenas e 147.189 idosos. Este ano também devem ser vacinadas pessoas privadas de liberdade e portadores de comorbidades, que devem apresentar uma prescrição médica.

O PNI revela ainda que, faltam ser imunizados 34.004 crianças, 24.372 trabalhadores da saúde, 18.814 gestantes, 2.100 puérperas, 4.656 indígenas e 133.328 idosos. O número de pessoas privadas de liberdade e portadores de comorbidades que ainda não foram imunizados não foi divulgado pelo Ministério da Saúde, responsável por contabilizar os dados informados pelas Secretarias Municipais de Saúde.

A prevenção da gripe – Também conhecida como influenza, a gripe é uma infecção viral aguda, que acomete o sistema respiratório e afeta 75% dos idosos e crianças entre seis meses e dois anos de vida. Os sintomas são semelhantes aos do resfriado e sua transmissão ocorre por meio de um vírus, que se propaga através das secreções das vias respiratórias, pela fala, tosse, espirro e pelas mãos contaminadas.

Segundo o Ministério da Saúde (MS), a vacinação reduz de 39% a 75% a mortalidade global e entre 32% e 45% o número de hospitalizações por pneumonias. Quanto ao risco global de hospitalização e morte, deve haver redução de 50% e 68%, respectivamente, e o risco de pneumonia em idosos pode ser reduzido em 60%.

O Ministério da Saúde recomenda a adoção de medidas de higiene pessoal para evitar a contaminação da gripe, como higienizar as mãos com água e sabão, com frequência, principalmente depois de tossir ou espirrar; após usar o banheiro; antes de comer; antes de tocar os olhos, boca e nariz.

Também é recomendável que as pessoas evitem tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies; usar lenço de papel descartável e proteger a boca e o nariz ao tossir ou espirrar.

 


Fonte: Ascom / Saúde

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!